GEIF - Grupo espirita irmão Frederico

Início » Campanha do Quilo

Amigos do GEIF

Participe

Campanha do Quilo

 

Campanha do Quilo:

bazar

Campanha do Quilo do GEIF

bazar

A campanha do quilo como uma atividade cristã-espírita.

As cestas básicas são compostas por alimentos conseguidos através do trabalho permanente de voluntários da campanha do quilo. O tarefeiro da campanha do quilo é chamado Campanheiro. Ele sai para a tarefa com a sacola de pano que tem a identificação da instituição. Também é preciso o uso do crachá contendo os dados da casa espírita e o nome do campanheiro, como forma de sua apresentação diante dos lares visitados.

Os campanheiros abordam os moradores dos lares visitados sempre em dupla ou trio, de forma breve e serena. Após o recebimento das doações, distribuem uma singela mensagem de conteúdo cristão que, ao mesmo tempo, guarda o respeito indispensável à opinião e crença dos outros.

É necessário um mapeamento prévio dos bairros e ruas a serem visitados. A gentileza, a fineza de trato e a discrição no contato com o morador é fundamental para a primeira impressão.

Após encerrar a tarefa, os campanheiros voltam ao Grupo com os produtos arrecadados e encontram uma equipe para recebê-los.

_________________

Caridade: seu verdadeiro sentido
“Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia
Jesus?
‘Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições
dos outros, perdão das ofensas.’

O amor e a caridade são o complemento da lei de justiça, pois
amar o próximo é fazer-lhe todo o bem que nos seja possível e
que desejáramos nos fosse feito. Tal o sentido destas palavras de
Jesus: Amai-vos uns aos outros como irmãos.”
(O Livro Dos Espíritos, questão 886.)

• Caridade: virtude maior…
“Ainda quando eu falasse todas as línguas dos homens e a língua
dos próprios anjos, se eu não tiver caridade, serei como o bronze
que soa e um címbalo que retine; ainda quando tivesse o dom de
profecia, que penetrasse todos os mistérios, e tivesse perfeita ciência
de todas as coisas; ainda quando tivesse toda a fé possível, até
o ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, nada
sou. E, quando houvesse distribuído os meus bens para alimentar
os pobres e houvesse entregado meu corpo para ser queimado, se
não tivesse caridade, tudo isso de nada me serviria. A caridade é paciente; é branda e benfazeja; a caridade não é injubilosa; não é temerária, nem precipitada; não se enche de orgulho; não é desdenhosa; não cuida de seus interesses; não se
agasta, nem se azeda com coisa alguma; não suspeita mal; não
se rejubila com a injustiça, mas se rejubila com a verdade; tudo
suporta, tudo crê, tudo espera, tudo sofre. Agora, estas três virtudes: a fé, a esperança e a caridade permanecem; mas, dentre elas, a mais excelente é a caridade.

(Paulo, 1a Epístola aos Coríntios, 13:1 a 7 e 13.)”
(O Evangelho Segundo O Espiritismo, cap. XV, item 6.)

  • Gostaria de ajudar nas campanhas?

Preencha o formulário abaixo e aguarde nosso retorno. Campos obrigatórios*
Dados para doação

Nome Completo*

E-mail*

Telefone*

Mensagem*